Mapa do Site     
Domingo, 20 de janeiro de 2019.

CPF:
   
Senha:
   

Não possuo senha
Esqueci minha senha



Você já leu o Regulamento do seu Plano de Benefícios?

Sim
Não



Resultado Parcial

Webmail Glossário PROCNET Guia do Participante Estatuto do Idoso Links




 

Comunicação Institucional
Publicada em 11/04/2012 11:55:20
  

A importância do equilíbrio na vida financeira

Por Rafael Seabra

 

Assistir a um bom programa sempre é interessante. E tive uma grata surpresa ao assistir ao Globo Repórter, que tratou do tema "educação financeira". Confesso que nunca gostei muito da abordagem da maioria dos programas sobre o assunto, mas dei mais uma chance e não me arrependi.

Os casos apresentados foram muito interessantes e até divertidos. Já os educadores financeiros deixaram a desejar. Talvez pela edição do programa, que não focou no que era importante ou pelo curto tempo dedicado aos educadores.

Entretanto, na minha opinião, o Globo Repórter pecou num ponto bastante relevante: equilíbrio. Todos os casos apresentados basearam-se nos opostos: ou o indivíduo só poupava ou só gastava. E o meio termo, nesse caso, é a relação mais saudável que existe para a vida financeira.

Valorize seu trabalho através do seu dinheiro

O caso mais interessante do programa foi apresentado logo no primeiro bloco: a faxineira que poupou dinheiro e conseguiu comprar um apartamento de 155 metros quadrados com vista para o mar.

Ela definiu como objetivo financeiro principal a construção de um bom patrimônio e se esforçou a vida inteira para isso. Para trabalhar, sempre ia andando. Nunca teve carro ou mesmo pegou ônibus.

Para fazer 14 faxinas por semana, era preciso ser eficiente e aproveitar cada minuto para fazer o trabalho bem feito e conclui-lo o quanto antes, para conseguir fazer a faxina seguinte.

No final das contas, alcançou seu objetivo: comprou um ótimo apartamento, já se aposentou e ainda vive da renda do aluguel de outro apartamento e de algumas aplicações.

Desse exemplo, é possível tirar algumas lições muito bacanas, a saber:

- Quando se tem foco e disciplina, é possível conquistar o que quiser.

- Quanto menos tempo se perde, mais tempo temos disponível para produzir (parece óbvio, mas poucos conseguem enxergar o quanto deixamos de ganhar com o tempo que perdemos).

- Sempre que possível, compre à vista. Os descontos valem a pena.

- Faça bom uso do seu dinheiro ("Você vai trabalhar, acha seu trabalho tão pesado e aí você gasta à toa? Não pode").

É preciso ter equilíbrio

Que o caso da dona Rita é um sucesso, ninguém pode negar. Mas todos os casos apresentados foram de pessoas que não gastavam com absolutamente nada. Praticamente deixaram de aproveitar a vida por anos.

Dona Rita ia para o trabalho andando (às vezes por 40 minutos) só para economizar a passagem do ônibus. Além disso, não lembrava qual tinha sido a última vez que havia saído para jantar fora de casa. Entre outros muitos exemplos exagerados.

E é isso que eu não gosto dos programas sobre educação financeira que a maioria dos canais exibe. Eles passam a ideia de que só é possível atingir objetivos financeiros mediante um sacrifício extremo. E isso não é a verdade.

O grande problema disso é que muitos percebem que nunca conseguirão ser como a dona Rita e simplesmente desistem dos seus objetivos. Mas não é por aí! É possível ter um  controle rigoroso sobre o orçamento familiar e ainda assim separar uma parte do dinheiro poupado para realização de sonhos, como uma grande viagem ou simplesmente uma saída para jantar fora de casa com a família.

Planejamento, disciplina e equilíbrio

Já deixei claro em vários artigos que o segredo do sucesso para uma vida financeira tranquila é montar um bom planejamento, com um orçamento realista, ter disciplina para seguir esse plano à risca e equilíbrio para aproveitar o presente e poupar para o futuro.

Eu defendo que é possível viver o presente e o futuro. Basta se planejar, ter disciplina e equilíbrio.

 

Fonte: www.controlefinanceiropessoal.com.br


 

Voltar      

 

Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social - REFER
Rua da Quitanda, 173 - Centro - 20091-005 - Rio de Janeiro - RJ.
Central de Relacionamento com o Participante: 0800 709 6362
Todos os direitos reservados.