Mapa do Site     
Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019.

CPF:
   
Senha:
   

Não possuo senha
Esqueci minha senha



Você já leu o Regulamento do seu Plano de Benefícios?

Sim
Não



Resultado Parcial

Webmail Glossário PROCNET Guia do Participante Estatuto do Idoso Links




 

Comunicação Institucional
Publicada em 24/04/2012 14:52:50
  

Um fundo de investimentos em ações é um condomínio que reúne recursos de um conjunto de investidores, com o objetivo de obter ganhos financeiros a partir da aquisição de uma carteira de títulos e valores mobiliários com no mínimo 67% de ações de empresas listadas na Bovespa.

Através dos fundos, os pequenos investidores têm acesso a melhores condições de mercado, menores custos e contam com administração profissional, colocando-os em igualdade com os grandes investidores.

Os fundos tornam possível a diversificação dos investimentos, através da aplicação em diferentes setores, visando diluir o risco e aumentar o potencial de retorno. É válido também ressaltar que os recursos dos fundos nunca se misturam aos da instituição administradora.

Atualmente funcionam sobre a autorização da CVM - Comissão de Valores Mobiliários, órgão responsável por sua regulação e fiscalização, buscando a proteção do investidor. A Instrução CVM No. 409 dispõe sobre a constituição, a administração, o funcionamento e a divulgação de informações dos fundos de investimento, conceituados como: "uma comunhão de recursos constituída sob a forma de condomínio, destinado à aplicação em títulos e valores mobiliários, bem como em quaisquer outros ativos disponíveis no mercado financeiro e de capitais".

Cabe à ANBID auxiliar na construção, modernização e aperfeiçoamento da legislação de fundos de investimento, influenciar e dar suporte à indústria para explorar adequadamente as oportunidades de crescimento e melhorar constantemente seus pilares.

 

Cobrança de Imposto de Renda (IR)
_____________________________________________________________________

Alíquota de Imposto de Renda na fonte é única e incidente apenas no resgate.

Alíquota

Prazo de Permanência

15%

sem necessidade de cumprimento de prazo mínimo

 

Importante: não há "come-cotas" para os Fundos de Ações. O imposto de renda só incide no momento do resgate.

 

 

 Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)
_____________________________________________________________________

 

 O imposto sobre operações financeiras (IOF) incide caso o prazo entre aplicação e o resgate seja inferior a 30 dias e as suas alíquotas são decrescentes em função do prazo como o imposto de renda, as alíquotas incidem sobre a rentabilidade obtida pelo cotista, veja tabela de IOF disponível no site.

 

Riscos
_____________________________________________________________________

Os Fundos podem sofrer fortes oscilações, tanto positivas quanto negativas, dependendo da composição da carteira que o fundo é composto, porém também ,é uma excelente oportunidade quando os preços das ações estão baixos e há perspectivas reais de crescimento das empresas e do país.

São referenciados em um índice, conhecido como “Ibovespa”. Os fundos passivos costumam   espelhar o Ibovespa, com o objetivo de igualar a performance do fundo com o índice. Outros fundos, os ativos, têm como meta superar o rendimento do Ibovespa.

Também há os fundos setoriais, que dirigem os investimentos em papéis de determinados setores como telecomunicações, energia e bancos.

 

Como Funciona
_____________________________________________________________________

O investidor ao aplicar os seus recursos financeiros em um fundo de investimento estará adquirindo uma certa quantidade de cotas que representarão o patrimônio do fundo de investimento. Para calcular o valor da cota o administrador utiliza a seguinte metodologia:

Cota de Fechamento; O Administrador irá determinar o valor da cota no final do dia e para tanto irá se utilizar o valor do patrimônio do fundo constante no final do dia, nessa situação o investidor somente irá saber o valor da cota no dia seguinte ao da aplicação.

 

Taxas Cobradas
_____________________________________________________________________

 As taxas que podem ser cobradas pelo Administrador do Fundo  são:
Taxa de administração: É uma taxa que o administrador cobra para executar os trabalhos relativos a administração da carteira do fundo, essa taxa é definida (em geral) em termos anuais e incide diariamente sobre o patrimônio do fundo. Assim ao divulgar o valor da cota o administrador já terá descontado o valor da taxa de administração .
Taxa de performance : É uma taxa  que é cobrada em função dos objetivos de rentabilidade que são definidos no estatuto social do fundo , assim caso o gestor do fundo ultrapasse esses objetivos ele fará jus a uma remuneração . De igual forma o administrador ao divulgar o valor da cota do fundo já terá descontado o valor da taxa de performance do fundo .
Além destas taxas, o Fundo também cobra taxa do CETIP, CVM , e Auditoria.
  
IMPORTANTE: Antes de Aplicar em Fundos de Investimentos, recomenda-se a leitura cuidadosa e atenta do regulamento e prospecto do Fundo, verificando a política de Investimento, bem como os Riscos a ele associados. Rentabilidade passada não representa garantia de desempenho futuro. Fundos não contam com a garantia da administradora ou de qualquer outro mecanismo de seguro, ou pelo fundo garantidor de crédito.

 

Fonte: Banco Fibra - Asset


 

Voltar      

 

Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social - REFER
Rua da Quitanda, 173 - Centro - 20091-005 - Rio de Janeiro - RJ.
Central de Relacionamento com o Participante: 0800 709 6362
Todos os direitos reservados.